Após pedido de demissão de diretora de colégio em Cajazeiras, gerente emite nota de esclarecimento

Publicado em 29 ago 2019 - silvano

Após a polêmica onde a diretora do Colégio Dom Moisés Coelho, em Cajazeiras, a professora Severina Bertoldo pediu renúncia do cargo alegando falta de autonomia, a Nona Gerência de Educação divulgou na rede social Instagram uma nota explicando o caso.

Na nota, o Gerente Regional de Educação, Valério Damásio disse que de sua parte não houve nenhuma ação para dificultar o ato de solidariedade da educadora.

“Os ritos de luto de uma escola devem ser sempre definidos pela Gestão Escolar, sem qualquer interferência de outras instâncias ou instituições”, esclareceu ele na nota.

O CASO
A diretora do Colégio Dom Moisés Coelho, em Cajazeiras, a professora Severina Bertoldo apresentou nesta terça-feira (27), sua carta renúncia à Nona Gerência de Educação.

Severina alegou que a Secretaria de Educação não acatou a sua decisão de suspender as atividades da escola nesta terça-feira e na manhã dessa quarta-feira (28), em respeito a família de uma professora que faleceu.

Maria Ferreira Monte, 68 anos de idade faleceu nesta terça-feira (27), na cidade de Pau dos Ferros, Estado do Rio Grande do Norte, vítima de um aneurisma.

Segundo a diretora, Maria Ferreira tinha mais de 20 anos dedicados à educação, e indagou: “Como pode eu como gestora não ter autonomia de decisão?”.