Assembleia Legislativa discute transporte alternativo em audiência pública dia 26

Publicado em 13 ago 2019 - silvano

Deputado Junior Araújo, autor do pedido de audiência, aponta que frota alternativa atende

190 dos 223 municípios paraibanos, sem transporte público intermunicipal
Motoristas de transporte alternativo enfrentam uma situação inusitada na Paraíba: desde
2014 o serviço é autorizado por lei, mas eles ainda circulam de forma irregular – aguardam a
concessão que deve ser feita pelo Departamento de Estrada e Rodagem (DER). Esse será o foco
de audiência pública requisitada pelo deputado Júnior Araújo (Avante) e aprovada hoje na
Assembleia Legislativa. A agenda está marcada para o dia 26, às 15 horas.
Com o Governo Bolsonaro sinalizando aumento de punições para o transporte alternativo
irregular, os motoristas têm urgência – demonstrada em uma série de protestos que
bloquearam estradas estaduais nos últimos meses.
O deputado Júnior Araújo acredita que a audiência na AL será um fórum importante – e
decisório – para o drama enfrentado pelos operadores do transporte alternativo.
“O governo João Azevedo é marcado pelo diálogo e por profunda sensibilidade às demandas
sociais”, aposta o parlamentar, que destaca a importância do serviço para milhões de
paraibanos:
Dos 223 municípios da Paraíba, apenas 20 têm transporte público intramunicipal – dados
reunidos em Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic) e divulgados pelo Instituto
Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
“O transporte alternativo, portanto, supre uma demanda presente na maioria das cidades,
atendendo milhares de paraibanos”, defende Júnior Araújo.
Pelos seus cálculos, o serviço é operado por mais de 30 mil motoristas.