Concessão de BRs na Paraíba recebe apoio e críticas de parlamentares

Publicado em 15 ago 2019 - silvano

O decreto do presidente Jair Bolsonaro que libera estudos para concessão de trechos das BRs 101 e 230 repercutiu, na manhã desta quinta-feira (15), na Assembleia Legislativa da Paraíba.

O líder do ‘G11’, Júnior Araújo, se mostrou favorável ao gerenciamento da rodovia federal pela iniciativa privada e lembrou que isso já vem ocorrendo em outras partes do país.

“Em outros estados e em outros países dá certo. Importante que esses modelos sejam estendidos para outras regiões do Nordeste e também à Paraíba porque aposto muito nessa questão das concessões”, afirmou.

Por outro lado, a deputada Pollyanna Dutra (PSB)  se posicionou contrária a cessão de setores públicos para serem comandadas por terceiros.

“É um instrumento do governo que precisa ser regulado pelo poder público. A BR é um instrumento popular, fruto da democracia e do ato de ir e voltar. Não há a possibilidade de se privatizar sem ter uma reação. Reajo entristecida”, argumentou a socialista.

Nesta quinta-feira os parlamentares instalaram uma Frente Parlamentar em defesa da duplicação da BR-230 entre Campina Grande, no Agreste, e Cajazeiras, no Sertão. A comissão é presidida pelo deputado Cabo Gilberto (PSL). O parlamentar afirmou que pensa em levar os pleitos à Brasília através da bancada federal.

“Iremos fazer ofício e encaminhar a bancada federal para que possa ser feito audiência pública com o ministro para que ele venha trazer investimentos na questão mobilidade. Peço urgentemente ao ministro que faça essa obra porque vai amenizar muito o sofrimento do povo paraibano”, afirmou.