Publicado em: 21 jun 2022

“Decisão de Aguinaldo não disputar Senado é ponto pacífico e será respeitada”, diz João Azevêdo

“Decisão pessoal não se discute, você pode concordar ou discordar, mas não se discute e para a gente isso é ponto pacífico”. A declaração é do governador João Azevêdo (PSB), dada à imprensa nesse final semana, sobre a decisão do deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) optar pela reeleição em vez de concorrer ao Senado Federal na chapa governista.

Segundo João, a pauta agora é a montagem da chapa que não tem data específica para ser definida. “Nós vamos discutir tudo isso ainda. A posição do PP foi de que não iria compor para o Senado, a partir daí vamos rediscutir essa situação que está sendo posta. Foi uma decisão pessoal do deputado Aguinaldo que resolveu disputar sua reeleição, é um direito que assiste a ele, direito que respeito porque é decisão pessoal não se discute, você pode concordar ou discordar, mas não se discute e para a gente isso é ponto pacífico. Essa (candidatura de Aguinaldo ao Senado) não é a questão mais a ser tratada. Vamos tratar agora com um novo foco”, disse.

Quando questionado se já tem data para sentar com o Progressistas para avaliar os nomes indicados pela legenda para compor a chapa, João ressaltou que em breve a avaliação será feita, mas também sem data específica. “Brevemente, não tem data para essas coisas, é questão de agenda de cada um e como eu disse que na reunião ficaria definido que o PP apresentaria um nome e a gente iria fazer a avaliação”, emendou.

 

ParaÌba PB