Deputado acredita que cancelamento das eleições trariam consequências desastrosas

O deputado federal Efraim Filho (DEM) comentou a possibilidade do adiamento das eleições e admitiu que essa seria uma perspectiva, diante da realidade da pandemia do novo coronavírus.

Ele destacou que o que está em um cenário muito distante é o possível cancelamento das eleições ou a prorrogação de mandatos até 2022.

Segundo Efraim, o cenário de cancelamento ou de prorrogação de mandatos só pode ser discutido se o Brasil ainda estiver, no mês de outubro, da mesma forma que está hoje.

– Só vejo uma possibilidade de cancelamento se realmente chegarmos em outubro sem conseguir ter condições de retornar às ruas e ao convívio normal – colocou.

Em entrevista a uma emissora de rádio local, Efraim declarou que o cancelamento das eleições geraria “consequências desastrosas” e avaliou que esse cenário passaria um recado “de que a democracia é descartável no Brasil”.