O deputado Cabo Gilberto não vai deixar por menos o veto do governador João Azevedo, ao seu projeto de lei (n° 35/2019), aprovado à unanimidade pela Assembleia, estabelecendo obrigatoriedade do uso de blindagem de viaturas policiais operacionais no Estado. “O veto é um desrespeito, uma medida irresponsável por parte do governo”, reclamou.

Ele já início às articulações com os demais parlamentares da Casa, visando derrubar o veto do governador: “A derrubada desse veto trata-se de uma luta em respeito à vida daqueles que diariamente vão às ruas proteger a população, que também precisam de proteção, para que melhor possam proteger a população, então é inaceitável este veto.”

Projeto – Conforme o projeto aprovado, as viaturas operacionais do órgão de segurança pública serão dotadas de blindagem balística para assegurar a proteção de seus ocupantes. As viaturas que estiverem em uso serão adaptadas para a instalação da blindagem balística, de forma gradativa, no prazo de dois anos. A instalação da blindagem balística deverá ser iniciada pelo para-brisa frontal.