Drª Paula presta homenagem a Genival Matias e diz que cadeira do deputado não será preenchida, mas apenas substituída

Drª Paula presta homenagem a Genival Matias e diz que cadeira do deputado não será preenchida, mas apenas substituída.

A deputada doutora Paula (Progressista) lamentou o falecimento do deputado Genival Matias, ao tempo que apresentou voto de pesar à família do parlamentar e, também, à família legislativa. As palavras da deputada foram externadas durante a sessão especial da Assembleia Legislativa da Paraíba, realizada nesta quarta-feira (29) para homenagear o deputado, falecido no último dia 19.

“A família perde um filho. Nós, perdemos um colega que se destacou pela arte de construir amizades”.

A parlamentar ressaltou que a cadeira de Genival no parlamento estadual não será preenchida, mas apenas substituída. “A família legislativa sofre pelo luto, por um irmão que nos deixou. À família de Genival e à família legislativa, a nossa saudade, os nossos pêsames”, acrescentou.

Doutora Paula, tão logo informada do falecimento do colega, fez o seguinte comentário: “A vida é como que um bom livro; formado por páginas, dividido em capítulos. Como tal, nos deparamos com capítulos alegres, outros emocionantes e, também, alguns tristes”.

A deputada lembrou que Genival herdou a vocação política do seu pai, o juiz federal Genival Matias, que foi, também, vice-prefeito da cidade de Juazeirinho, no Seridó paraibano.

“Deputado estadual, estava no terceiro mandato. Apesar de jovem, demonstrava profunda habilidade no campo da política, onde, com certeza, teria futuro promissor. Presidente do Avante na Paraíba, ele era versátil em costurar alianças, em edificar amizades”, declarou.

A vida profissional e o perfil humanista do colega também foram ressaltados pela deputada doutora Paula. Além da atividade política, Genival Matias era empresário do ramo da mineração e da construção civil.

“Era um homem empreendedor, que gerava emprego e renda em nosso Estado. Mas, e acima de tudo, devo ressaltar que Genival Matias era um cidadão, um pai de família, um colega e um amigo”, finalizou.