Em São José de Piranhas: Prefeitura realiza evento alusivo ao Outubro Rosa e Novembro Azul e reúne mais de 100 profissionais de saúde

Mais de 100 profissionais de saúde entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, agentes de saúde e outros especialistas na área participaram das ações realizadas nesta terça-feira (29) em comemoração às campanhas “Outubro Rosa” e “Novembro Azul”, na Policlínica Romeu Menandro Cruz, em São José de Piranhas.

Segundo a secretária de saúde, Neuma Cavalcanti de Figueiredo, foram realizados cerca de 300 exames dos tipos citológicos, mamografias, ultrassonografias, exames clínicos das mamas, exames de PSA, além de consultas e avaliações com o mastologista e palestras educativas, que contaram também com a participação Lourdinha Lira, ex-portadora de câncer de mama que falou como testemunha sobre o doloroso processo de cura da doença.

Chico mendes ao lado d secretaria de saúde, Neuma e do médico Dr. Gentil (Foto: Marconi Cruz)

O prefeito Chico Mendes esteve presente e falou sobre a importância do evento e o esforço integrado de todos que fazem a gestão municipal para oferecer mais qualidade de vida, saúde para quem precisa e educação para os piranhenses. Ele também falou sobre as novas conquistas em todos os setores para o município, que serão divulgadas em matérias posteriores.

O evento em alusão ao “Outubro Rosa” e “Novembro Azul” foi realizado pela Prefeitura Municipal e Secretaria de Saúde com o objetivo de adotar medidas preventivas e alertar as mulheres e os homens sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, assim como o diagnóstico precoce do câncer de próstata, neoplasia maligna mais comum entre os homens.

Câncer de mama
O Instituto Nacional de Câncer (INCA) alerta também que o câncer de mama é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres no país. Para 2019, foram estimados 59.700 casos novos, o que representa uma taxa de incidência de 51,29 casos por 100 mil mulheres.

Câncer de próstata
Segundo estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) um em cada seis homens desenvolverá este tipo de câncer durante a vida. Nacionalmente, a doença ainda é a segunda maior causa de morte por câncer entre os homens. Somente para este ano, são estimados 68,2 mil novos casos, de acordo com o Inca. Quando é diagnosticado prematuro permite que até 90% dos pacientes sejam tratados e curados da doença.

Veja galeria com mais fotos

Radar Sertanejo