EM UIRAÚNA: Por meio do TCE, levantamento mostra excesso de temporários na Prefeitura

Levantamento realizado pelo Tribuna10 mostra um excesso de contratos temporários de trabalho na Prefeitura de Uiraúna, sertão do estado. O relatório aponta que, pelo 280, temporário ocupam cargos na Prefeitura por pura indicação política na gestão do atual prefeito e pré-candidato, Segundo Santiago. Os efetivos somam  202, esses ocupam suas funções legitimamente. Mensalmente esses servidores representam uma folha de ao menos R$ 383 mil.

Os números apontam que, em  alguns casos,  a finalidade da contratação temporária de pessoal está sendo desvirtuada, deixando de ser instrumento excepcional para se tornar corriqueiro, como demonstrado pelas proporções elevadas que foram detectadas.

Esse excesso de contratos temporários, na Prefeitura de Uiraúna,   é incompatível com a regra geral e princípios constitucionais esculpidos no artigo 37 da Constituição Federal, em especial o da legalidade, impessoalidade, moralidade e eficiência.

 

Por Alex Gonçalves, do Tribuna10, em Cajazeiras