SEM DÍVIDAS: Veneziano reconhece importância de Ricardo, mas ressalta que ninguém ‘é credor ou devedor’ de mandatos

Publicado em 12 set 2019 - silvano

O senador da República, Veneziano Vital do Rego(PSB), concedeu nesta quinta-feira(12) uma entrevista ao programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan de João Pessoa. Durante a entrevista o senador falou sobre a atual crise vivida no PSB paraibano e comentou algumas falas feitas pelo ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho(PSB), em entrevistas concedidas nos últimos dias.

Veneziano afirmou ter ajudado a compor todo o cenário do partido durante as eleições de 2018 permitindo que o cenário político atual do estado fosse conquistado e portanto ele não cogitaria a possibilidade de deixar a legenda, pois ainda busca contribuir com o projeto girassol. Ele também falou sobre a visão que tinha durante o período da permanência de Ricardo no governo do estado, segundo Veneziano esta permanência não teria sido discutida entre os dois, mas que ele enxergou o ato de Ricardo como uma doação incomum para lideranças na política brasileira e que teria sido fundamental para o PSB.

Veneziano também revelou ter conversado com prefeitos e muitas outras lideranças socialistas paraibanas acerca do seu temor dos problemas que uma divisão entre Ricardo Coutinho e João Azevedo poderia gerar, mas ele mesmo fez questão de reforçar que a relação dos dois seria muito mais forte do que se imagina e que portanto ações externas para reunir as duas lideranças socialistas seriam desnecessárias.

Ele falou acerca do pronunciamento de Ricardo Coutinho durante uma entrevista na manhã desta quinta-feira de que muitos nomes lhe deveriam gratidão, pois apenas através da sua dedicação aos mesmos que estes teriam conseguido superarem seus estigmas como eternos suplentes. Veneziano afirmou que ninguém seria devedor de seus mandatos e que cada um teria conseguido aquilo que era próprio de seu capital político.

Fonte: Polêmica Paraíba